Buscar
  • Assessoria Tatto

FECHAR O PRONTO-SOCORRO DO HOSPITAL GERAL DO GRAJAÚ É UM MEDIDA ABSURDA E DESUMANA



Na visita desta segunda-feira (18/10) que a Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa fez ao Hospital Geral do Grajaú (HGG), na Zona Sul da Capital, ficou claro a necessidade de cobrar do governador João Doria a reabertura urgente de seu Pronto-Socorro.


Fomos recebidos por Amanda Machado Robledo, superintendente administrativa do HGG, Raquel de Fátima Linchy, superintendente assistencial, e Ana Rocha, secretária de diretoria.


Cobramos a reabertura do atendimento do pronto-socorro. A equipe disse que a resposta deve vir da Secretária de Estado da Saúde, pois apenas estão cumprindo as decisões do governo estadual.


Na ocasião fiz uma fala contundente ao considerar a medida absurda, irresponsável e desumana do governo do Estado de São Paulo em decidir pelo fechamento de prontos-socorros, em plena crise da pandemia Covid19.

Reafirmei a posição de que não é possível reclassificar o atendimento dos hospitais estaduais como de alta e média complexidade, quando não há um sistema municipal eficiente capaz de atender a demanda do pronto atendimento como “porta de entrada”.


Registro a presença de conselheiros da saúde, movimentos de saúde da Zona Sul, da população e dos deputados estaduais Maurici, José Américo, Dr. Jorge do Carmo e Coronel Nishikawa e do vereador Alfredinho. #alesp #pt #tatto #saude #hospital #geral #grajau #hgg #zonasul

0 visualização
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • Sem Título-2